E-commerce no Brasil

Atualmente, o Brasil é o líder mundial no desenvolvimento do comércio eletrônico, segundo relatório da empresa e-bit(especialista em pesquisa de e-commerce) até junho de 2011, o faturamento do e-commerce nacional foi de R$8,4 bilhões, representando um crescimento de 24% comparando-se ao mesmo período de 2010. E as previsões de crescimento feitas para o ano de 2011 somente vem a confirmar o vertiginoso volume de vendas de bens de consumo através do comércio eletrônico.

E as tendências de crescimento indicam que até o fim deste ano, o faturamento será de R$20 bilhões de reais.

Outra empresa de pesquisa em e-commerce, Forrester Researcher, aponta em suas pesquisas que em 2016, o Brasil deve faturar cerca de 22 bilhões de dólares em vendas a varejo no comércio eletrônico, traduzindo um crescimento de 178% em relação a 2010.

Isso demonstra que o e-commerce consolida-se no país como forte canal de vendas para comerciantes que utilizam-se de lojas virtuais e outros meios de comércio eletrônico para venderem bens e serviços.

Esse fenômeno é devido ao grande número de novos usuários de web, que surgem a cada dia, sendo que no primeiro semestre de 2011, 4 milhões de usuários realizaram sua primeira compra na internet, somando assim um total de R$28 milhões de e-consumidores somente no Brasil. Conforme dados da e-bit, 81% dos usuários de internet no Brasil acessam a rede interessados em realizar compras em lojas virtuais. Desses novos usuários, grande parte deve-se a popularização da internet e ao aumento do poder aquisitivo da classe C, a qual passou a ter mais acesso ao mundo digital.

Além da possibilidade de atrair grande número de clientes, atuar no comércio eletrônico permite ao comerciante oferecer preços mais baixos que uma loja física, pois esta depende de uma série de custos, principalmente no que se refere ao espaço físico, pois para atender uma demanda cada vez mais crescente de clientes uma loja convencional precisaria expandir-se fisicamente, principalmente com novos pontos comerciais.

Portanto, com esse mercado altamente lucrativo, a internet não tem como ser deixada de lado. Para quem deseja aumentar o lucro de seu negócio é essencial estar presente na internet também, caso contrário, vai ser excluído do mundo dos negócios. Atuar na internet, é sem dúvida possibilitar que os produtos e marca de determinada empresa além de serem vistos por milhões de internautas, sejam também consumidos por boa parte de deles. O faturamento da empresa inserida no e-commerce tende somente a crescer.