Como alavancar as vendas do restaurante com um e-commerce

ecommerce restaurantes

Se você tem um estabelecimento alimentício, precisa aprender como alavancar as vendas do restaurante com um e-commerce. Afinal, as vendas pela Internet são uma das tendências de consumo no futuro.

Atualmente, os aplicativos de entrega aumentaram sua movimentação financeira em 94% desde o início do ano. Uma das razões para isso é a pandemia do novo coronavírus, que impediu que as pessoas visitassem os restaurantes.

Mas como alavancar as vendas do restaurante com um e-commerce? Veja abaixo algumas estratégias!

Como alavancar as vendas do restaurante com um e-commerce

As vendas digitais consistem em uma estratégia simples que visa criar uma plataforma online onde os pedidos de comida podem ser feitos.

Para que essa plataforma seja bem-sucedida, é importante que ela seja otimizada para as vendas, com cada elemento trabalhando em conjunto com os outros para esse objetivo.

Além disso, é essencial alimentar a plataforma para que ela seja funcional. É necessário criar vários fluxos de tráfego para que as pessoas possam fazer suas opções dentro do sistema.

Por isso, listamos abaixo algumas ações que podem ajudar nessas etapas, de modo a garantir a melhor conversão possível para a sua plataforma. Veja quais são!

Monte um site otimizado para o Google

Existem dois tipos diferentes de fontes de tráfego para a sua estratégia de e-commerce alimentício: o orgânico e o pago. O primeiro deles é composto basicamente pelo Google, que é a maior fonte de tráfego orgânico do mundo inteiro.

O que você precisa é fazer com que o algoritmo do Google compreenda que o seu site é o mais indicado para pessoas procurando por produtos que você vende. Por exemplo, suponha que você tenha uma pizzaria na Vila Madalena, em São Paulo.

É importante comunicar ao Google que você é uma autoridade em pizzas na Vila Madalena, o que faz com que o buscador apresente o seu site mais comumente para pessoas da região que pesquisam por pizzarias.

Uma das formas de fazer isso é montar uma estratégia de SEO completa. As ações devem agir em dois núcleos diferentes: primeiro é a otimização para o Google e a segunda é a caracterização local. Afinal, é importante que o buscador identifique seu site para quem está próximo de você, pois pessoas de outras cidades ou estados não são clientes viáveis.

Invista em anúncios nas redes sociais e Google

Além do tráfego orgânico, que é muito estável, mas de longo prazo, existe a possibilidade de alimentar sua plataforma com estratégias de tráfego pago.

Normalmente, elas são de duas fontes diferentes: as redes sociais, como o Facebook e o Instagram, e o próprio Google.

Nesse caso, é necessário criar anúncios para captar novos interessados no seu cardápio, sempre focando na segmentação de mensagens. Por exemplo, não vale a pena inserir pessoas de fora da sua cidade nos anúncios, já que essas pessoas não são clientes viáveis.

Busque o menor preço possível para seus pratos

Uma das formas de aumentar a conversão online é conseguir um preço que seja mais baixo que o da concorrência ao seu redor, mas ainda ainda sem prejudicar a qualidade da comida e a sua margem de lucro.

Isso pode ser obtido ao adotar estratégias que ajudem a cortar custos do seu negócio. Por exemplo, comprar ingredientes com supermercados delivery em Rappi é uma boa maneira de aproveitar promoções e preços baixos pela cidade.

Outra estratégia boa é ter um sistema de aproveitamento dos ingredientes de modo a reduzir ao máximo o desperdício, o que garante menos custos e melhor sabor aos pratos.

Faça Testes A/B na sua página de conversão

Eventualmente, o público obtido via fontes de tráfego pagos e orgânicos chegará até a sua página de conversão, que é a interface em que eles farão o pedido para seu restaurante. Nessa hora, é importante ter o sistema todo otimizado para aumentar ao máximo as conversões.

Essa otimização pode ser feita com os Testes A/B, que são recursos muito poderosos dentro de uma estratégia digital.

Em poucas palavras, um Teste A/B é um procedimento que visa comparar duas versões de um ponto de conversão para ver qual deles é o mais eficaz. Por exemplo, a cor do botão de compra.

Pode ser que o botão em verde seja mais eficaz em seu site, mas pode ser que a opção em vermelho traga mais resultados. Ao fazer duas páginas de conversão diferentes e mostrá-las randomicamente aos visitantes (o Google permite esse recurso) é possível testar a eficácia de cada cor e ver qual traz mais resultados.

Existem dezenas de elementos em uma página que podem ser testados até encontrar a versão mais eficaz e capaz de gerar mais conversões para o seu restaurante.

E aí, aprendeu como alavancar as vendas do restaurante com um e-commerce? Como deu para ver, é importante abordar a questão de modo estratégico e elaborar ações específicas para cada parte do processo.

Gostou do nosso conteúdo? Então deixe um comentário abaixo com a sua opinião sobre ele!